quarta-feira, janeiro 05, 2011

Injustiça

Hoje é um daqueles dias em que me assombras a memória...

Um daqueles dias em que me sinto insegura, em que penso que nunca ninguém vai gostar de mim como tu gostaste. O problema é...tu já não estás aqui. E eu nem sei se gostaste mesmo de mim.

Encontrei os teus olhos na cara de uma criança... Era um pouco mais novo que tu, quando te conheci. Suponho que com aquela idade também terias o mesmo problema com as coisas que te contrariavam...de fazer birras, cruzar os braços e recusares-te a fazer o que quer que fosse. Pergunto-me se daqui a uns anos será como o teu "eu" da minha memória: alegre, meigo, sensível, carinhoso, aquele miúdo que me via só duas vezes por ano, mas me dizia sempre que gostava de mim.

Será que um dia também se vai perder? Se assim for, espero que encontre alguém que o impeça de fazer as escolhas erradas, como eu não consegui fazer...

Escreveu no quadro "Injustiça". É o que sinto. É uma injustiça já não estares aqui.

É uma injustiça esses olhos terem-se fechado para o mundo.

3 comentários:

Corina de Oliveira disse...

é sempre...

Wii disse...

Tenho esse "dilema" sempre presente no meu dia a dia. Queria estar chateada, revoltada mas nem isso consigo.
Mas não deixa de ser injusto não...

Kiss sister :)

Afal disse...

Acredito, linda...e sei que é muito difícil para ti, mas estou aqui sempre para te ouvir e um dia destes vou aí dar-te o abraço merecido, sim?

Beijos mana***