sexta-feira, maio 05, 2006

Estou a arrancar o meu coração...

Se o arrependimento matasse, eu já tinha morrido há muito tempo, de tantas as vezes que já me arrependi.
Começo a detestar sinais, deixam-me nas nuvens e depois caio de lá aos trambolhões.
Arrependo-me de todos os "sinais" que vi, porque não existiam. E arrependo-me das coisas que não fiz, das oportunidades que perco a cada segundo que passa. Arrependo-me de ser como sou, das escolhas que às vezes faço e que se revelam erradas (embora essas me ajudem a crescer).
Arrependo-me dos "nãos" que disse quando queria dizer "sim".
Arrependo-me do que sinto por ti, e, disso, eu não me queria arrepender. Não é errado gostar das pessoas. Porque é que fazes com que sinta que é errado gostar de ti?
Eu não acho que seja errado...
Diz-me, onde está o erro?

Chateia-me o que estou a fazer, e dói em cada nervo do meu corpo, mas parece a única solução. Não é o esquecer, porque isso eu não quero, é o ignorar "para ver o que acontece". Não olhar, não ir ter contigo... Pode não ser o mais correcto, mas eu não sei mais o que fazer. E pode não parecer, mas dói...


P.S.- Padrinho, fiz uma escolha, é este que ponho aqui dos cinco que escrevi, se quiseres os outros eu passo-os e mando-te mas...bem, foi uma escolha.

1 comentário:

Ana Rolls disse...

Feeling....? Normalmente dá tudo errado... Enfim....

Escrevi-te isto num outro post linda... E digo-te outra vez: apaixona-te por ti, olha para a pessoa que és e gosta do que vês; não te deixes abater por estes obstáculos... Retira as coisas boas das más. Demora tempo mas vais aprender a superar todas estas adversidades e a retirar delas lições de vida. Até eu estou a aprender agora a superar uma fase menos boa da vida!... E achas que está a ser fácil...? Como te disse nos Açores, a vida nunca é como a gente quer mas temos de nos conformar e seguir em frente. Se perdemos alguma coisa é porque essa coisa não tinha de ser nossa... Anima-te e ergue essa carinha. Sorri e verás que mais cedo ou mais tarde a vida sorrir-te-á.
Beijoca