quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Speechless


Há quem afirme que "Pensar dói" e não podia concordar mais com a afirmação. Há dias que o turbilhão de pensamentos é tão intenso e confuso que a cabeça parece que vai explodir e aí...dói, dói e não é nada pouco...
Mas mais do que "Pensar dói" eu acho que falar dói. Quando as palavras parecem ser arrancadas a ferro da nossa boca, dói tanto que parece que a dor vem da alma. Parece que a língua fica presa e as palavras ficam acorrentadas entre si, não se chega a perceber se a dor é física ou psicológica. Nessas alturas evito a todo o custo abrir a boca (não sou propriamente masoquista), mas há-de ser precisamente nessas alturas que as pessoas falam comigo e depois...das duas, três, ou escrevo, ou não respondo e passo por mal educada, ou resigno-me à dor de falar. Normalmente opto pelo que me causa dor...são escolhas.

3 comentários:

Desolation Angel disse...

pensar ñ doi por isso, doi por tomar consciencia daquilo que es, isso é uma dor muito grande por isso evito pensar, pensar k um dia vou morrer, que vou deixar isto, que vou para o nada ou para algo diferente, medo no nada.
falra doi quando não falas e deixas ficar entalado na garganta...

**

Nobody's Bitcho disse...

Nesses dias, o melhor que um gajo tem a fazer é enfiar-se na cama e dormir até ao dia seguinte. Foi o que fiz ontem e deu bom resultado (foi mais sorte que juizo, acho eu, mas ok...) sempre é uma boa solução para nao pensar-mos tanto no que nos faz doer.

Rav£n disse...

Pensar doi...falar doi...aliás, hoje em dia, nos corações mais frágeis, habita um grande ser, que porém, sofre pelo peso das palavras, sofre pela força das emoções...
Compreendo-te melhor que ninguém que falar dói...e compreendo ainda melhor a tua escolha. :)

Adoro-te mana ***
Falar ou não, o sentimento está cá...e atenção: Por vezes, o silêncio, diz tudo...n eskecer ;)